Ambulatório atende portadores de Síndrome de Down em JF

02/04/2011 14:26

Mesa de Debates - 22/03/11

 

Ambulatório atende portadores de Síndrome de Down em JF

Em 2011, esse ambulatório completa, 11 anos de atuação, em parceria com uma Organização Não Governamental (ONG), chamada Família Down. “A ONG participa de maneira voluntária. Eles realizam a recepção de novos pacientes, auxiliam nos arquivos médicos e ambulatório, conversam com os familiares e passam exemplos para as pessoas que estão chegando. Os resultados são extremamente estimulantes. Juiz de Fora é um a cidade abençoada, pois conta com diversos projetos na área social e as ações são realizadas com qualidade", ressalta o pediatra Antônio Aguiar, que coordena o ambulatório. "A Síndrome não é uma doença e, sim, uma alteração genética. Um dos cromossomos do nosso corpo é alterado em sua constituição numérica. Então, ao invés do cromossomo 21 ter um par e ele tem três e passa a ser chamado de trissomia.Por isso comemoramos o dia internacional da Síndorme de Down no dia 21/03", explica o pediatra.

O Pediatra declarou que as famílias que possuem pessoas com essa deficiência perceberam, mais precocemente, a necessidade de entender as diferenças. “Elas entenderam de uma forma mais ampla e rápida. Há envolvimento e participação ativa. Antigamente, esses pacientes eram excluídos da sociedade e da própria família. Porém, esse quadro foi alterado e, atualmente, os pais são muito envolvidos. As pessoas querem entender e estudar essa alteração.

Participaram da Mesa de Debates o jornalista Aníbal Pinto e o empresário Orlando Manera. A produção e apresentação é do jornalista Marcelo Martins.



Aníbal Pinto, Cristiano Santos, Marcelo Martins, Antônio Aguiar e Orlando Manera.